TRECHOS DA ABNT NBR 9050/2015 - ULTIMA ATUALIZAÇÃO 11.09.2015

7.7.2.2 Barras de apoio na bacia sanitária
7.7.2.2.1 Junto à bacia sanitária, quando houver parede lateral, devem ser instaladas barras para
apoio e transferência. Uma barra reta horizontal com comprimento mínimo de 0,80 m, posicionada
horizontalmente, a 0,75 m de altura do piso acabado (medidos pelos eixos de fixação) a uma
distância de 0,40 m entre o eixo da bacia e a face da barra e deve estar posicionada a uma distância
de 0,50 m da borda frontal da bacia. Também deve ser instalada uma barra reta com comprimento
mínimo de 0,70 m, posicionada verticalmente, a 0,10 m acima da barra horizontal e 0,30 m da borda
frontal da bacia sanitária, conforme Figuras 105 a 107.

7.7.2.2.2 Junto à bacia sanitária, na parede do fundo, deve ser instalada uma barra reta com
comprimento mínimo de 0,80 m, posicionada horizontalmente, a 0,75 m de altura do piso acabado
(medido pelos eixos de fixação), com uma distância máxima de 0,11 m da sua face externa à parede
e estendendo-se 0,30 m além do eixo da bacia em direção à parede lateral, conforme Figuras 105,
106 e 108.
7.7.2.2.3 Para bacias sanitárias com caixa acoplada, que possuam altura que não permita a instalação
da barra descrita em 7.7.2.2.2, esta pode ser instalada a uma altura de até 0,89 m do piso
acabado (medido pelos eixos de fixação), devendo ter uma distância máxima de 0,11 m da sua face
externa à parede, distância mínima de 0,04 m da superfície superior da tampa da caixa acoplada
e 0,30 m além do eixo da bacia em direção à parede lateral, conforme Figuras 107 e 109. A barra reta
na parede do fundo pode ser substituída por uma barra lateral articulada, desde que a extremidade
da barra esteja a no mínimo 0,10 m da borda frontal da bacia, conforme Figura 110.
7.7.2.2.4 Na impossibilidade de instalação de barras nas paredes laterais, são admitidas barras
laterais fixas (com fixação na parede de fundo) ou articuladas (dar preferência pela barra lateral
fixa), desde que sejam observados os parâmetros de segurança e dimensionamento estabelecidos
conforme 7.6, e que estas e seus apoios não interfiram na área de giro e transferência. A distância
entre esta barra e o eixo da bacia deve ser de 0,40 m, sendo que sua extremidade deve estar a uma
distância mínima de 0,20 m da borda frontal da bacia, conforme Figuras 108 e 109.
7.7.2.2.5 As bacias infantis devem seguir as mesmas disposições de barras e dimensões constantes
nas Figuras 105 a 110.

7.7.2.3 Bacias sanitárias com parede lateral
7.7.2.3.1 Bacia convencional com barras de apoio ao fundo e a 90° na parede lateral
A Figura 105 ilustra o uso de uma barra de apoio reta fixada ao fundo e duas retas fixadas a 90°
na lateral, quando a bacia convencional está próxima a uma parede.

7.7.2.3.2 Bacia suspensa com barras de apoio ao fundo e a 90° na parede lateral
A Figura 106 ilustra o uso de uma barra de apoio reta fixada ao fundo e duas retas fixadas a 90°
na lateral, quando a bacia suspensa está próxima a uma parede.

7.7.2.3.3 Bacia com caixa acoplada com barras de apoio ao fundo e a 90° na parede lateral
A Figura 107 ilustra o uso de uma barra de apoio reta fixada ao fundo e duas retas fixadas a 90°
na lateral, quando a bacia com caixa acoplada está próxima a uma parede.

7.7.2.4 Bacias sanitárias sem parede lateral
7.7.2.4.1 Bacia convencional ou suspensa com barra de apoio reta e barra lateral fixa
A Figura 108 ilustra o uso de uma barra de apoio reta e uma barra lateral fixa, fixadas na parede
ao fundo, quando a bacia convencional ou suspensa não possui uma parede lateral.
NOTA A barra de apoio lateral fixa pode ser substituída por uma barra de apoio lateral articulada.

7.7.2.4.2 Bacia com caixa acoplada com barras de apoio reta e lateral fixa
A Figura 109 ilustra o uso de uma barra de apoio reta e uma barra lateral fixa, fixadas na parede
ao fundo, quando a bacia com caixa acoplada não possui uma parede lateral.
NOTA A barra de apoio lateral fixa pode ser substituída por uma barra de apoio lateral articulada.

7.7.2.4.3 Bacia com caixa acoplada com barras lateral articulada e fixa
A Figura 110 ilustra o uso de uma barra lateral articulada e uma fixa.

7.8.1 As barras de apoio dos lavatórios podem ser horizontais e verticais. Quando instaladas, devem
ter uma barra de cada lado conforme exemplos ilustrados nas Figuras 113, 114 e garantir as seguintes
condições:
a) ter um espaçamento entre a barra e a parede ou de qualquer outro objeto de no mínimo 0,04 m,
para ser utilizada com conforto;
b) ser instaladas até no máximo 0,20 m, medido da borda frontal do lavatório até o eixo da barra
para permitir o alcance;
c) garantir o alcance manual da torneira de no máximo 0,50 m, medido da borda frontal do lavatório
até o eixo da torneira, conforme Figura 98 e 113;
d) as barras horizontais devem ser instaladas a uma altura 0,78 m a 0,80 m, medido a partir do piso
acabado até a face superior da barra, acompanhando a altura do lavatório;
e) as barras verticais devem ser instaladas a uma altura de 0,90 m do piso e com comprimento
mínimo de 0,40 m, garantindo a condição da alínea a);
f) ter uma distância máxima de 0,50 m do eixo do lavatório ou cuba até o eixo da barra vertical
instalada na parede lateral ou na parede de fundo para garantir o alcance.

Produtos relacionados

Sobre a loja

A empresa Elevadores Triângulo (Casa da Acessibilidade), agrega a experiência profissional de três irmãos, atuando há mais de vinte e cinco anos no segmento industrial e automotivo, com equipamentos pneumáticos, mecânicos e hidráulicos.

Pague com
  • Mercado Pago
  • Pagamento na Entrega
Selos
  • Site Seguro

CASA DA ACESSIBILIDADE - CNPJ: 08.035.976/0001-01 © Todos os direitos reservados. 2019